fbpx

Nosso blog

Inspire-se nas nossas dicas para o seu filho!

Os problemas de sono mais comuns, por idade!

Bebê dormindo

O sono pode ser uma surpresa, para melhor ou infelizmente para pior e existem alguns problemas de sono mais comuns de acordo com a idade nos três primeiros anos de vida.

Uma criança pode dormir bem e começar a ter dificuldades para adormecer, ou pode ser uma criança com sono difícil desde o nascimento e que de repente passa a dormir a noite toda.

Mas existem alguns momentos mais comuns para as alterações de comportamento de sono acontecerem.

E quais são estes problemas de sono?

Recém-nascido: até 3 meses as crianças não têm um padrão de sono definido, então as principais dificuldades estão em cuidar muito da segurança de sono do bebê, tentar estabelecer uma rotina e ensinar a diferença entre o dia e a noite. Faça o download do nosso ebook gratuito sobre o recém-nascido.

4 meses: fase que acontece a primeira regressão de sono. Os problemas comuns aqui estão em sonecas curtas ou apenas no colo, o estabelecimento de uma rotina e as associações de sono que a criança adquire.

Muito importante aqui que seu filho comece a ir para o berço sonolento.

6 meses: fase de introdução alimentar e muitos bebês começam uma transição de 3 para 2 cochilos por dia. É hora de implementar uma rotina com horários de alimentação, higiene e sono, se seu filho ainda não tem uma.

Os dias ficam mais imprevisíveis, justamente por essa diferença das sonecas.

8 meses: a criança tem um desenvolvimento motor e cognitivo muito forte nessa fase. É também um período onde comumente percebemos ansiedade de separação, dentição e pico de desenvolvimento, além da transição para 2 cochilos se ela ainda não ocorreu.

Existe também uma forte regressão de sono. Importante criar e fixar bons hábitos de sono nessa fase, porque se eles não forem corrigidos, pode levar bastante tempo para que seu filho aprenda a dormir bem naturalmente.

12 meses: a mobilidade da criança aumenta bastante. Aprendem a andar perto dessa idade e querem explorar tudo. Muitas crianças negam o sono do dia, fazendo com que os pais acreditem que já é hora de fazer 1 cochilo apenas. Pode ser apenas uma fase.

Vale a pena insistir ao menos em alguns minutos de descanso 2x por dia, para não acontecer o efeito vulcânico no fim do dia.

15 a 16 meses: fase em que a criança transita de 2 cochilos para 1 apenas por dia. No início, o ideal é adiantar o almoço, fazer a criança dormir logo após o almoço e adiantar um pouco o horário de ir para a cama de noite, porque ela pode ficar cansada.

18 meses: mais uma regressão de sono. A criança pode voltar a ter despertares noturnos e geralmente a soneca fica muito curta.

2 anos: fase de grande desafio. Temos o terrible two, a fase das birras, a criança quer ser o centro das atenções, inclusive de madrugada. É importante tentar manter a soneca nessa fase.

3 anos: fase onde geralmente a criança deixa de dormir de dia e desenvolve alguns medos (monstro, trovão, escuro).

Nessa fase, grande parte das crianças pede a presença dos pais na hora de adormecer, mesmo as que já conseguiam fazer isso sozinhas.

Lembre que em qualquer etapa você tem a oportunidade de ensinar seu filho a dormir. Uma aprendizagem de sono não é sinônimo de deixar chorar. A hora de dormir pode ser um momento muito agradável do dia, sem stress, onde todos consigam descansar.

Mande para a gente a idade do seu filho e se você se identificou com estas dificuldades!

Divida sua história com a gente e se quiser um acompanhamento para resolver de uma vez por todas as questões de sono do seu filho, como milhares de famílias já fizeram, conte com a nossa ajuda!

Visite nossas redes sociais ou nos escreva no Maternitycoach@maternitycoach.com.br e saberemos a melhor forma de te acompanhar nessa jornada.

Tem alguma dúvida? Comente!

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Todos os direitos reservados à Maternity Coach. CNPJ 25.462.996/0001-88 • Mantido por FAPNET
Fale no WhatsApp