fbpx

Nosso blog

Inspire-se nas nossas dicas para o seu filho!

Com que idade posso ensinar meu filho a dormir?

No post de hoje, queremos falar com as famílias sobre as diferenças de uma educação de sono de acordo com a idade do bebê.

Apesar de sabermos que cada bebê é diferente em temperamento, perfil e cada família tem o seu estilo, a idade do seu filho pode também influenciar na aprendizagem de sono. Nosso post é baseado na experiência de 4 anos ajudando crianças a dormirem e esperamos dar informações para que todos tenham expectativas reais sobre o sono do bebê e também sobre o trabalho da consultoria de sono.

Bebês de 0 a 4 meses – não sugerimos fazer uma aprendizagem de sono nesta idade. Bebês tão pequenos passam por profundas mudanças e certos hormônios e habilidades físicas ainda não se desenvolveram. Além disso estão em uma fase de adaptação fora do útero e são raros os casos onde as crianças não precisa de muito contato corporal para se sentirem seguras, sem falar no incômodo da cólica, tão comum neste comecinho de vida. Nesta fase a sugestão é entender o seu bebê, perceber seu padrão de fome (quais são os intervalos ideais entre as mamadas) e não deixar seu filho muito tempo acordado. Tente estimular bastante as sonecas, ensinar a diferença entre dia e noite e fazer anotações sobre seu filho. Isso ajudará muito quando ele atingir uma idade onde provavelmente será capaz de aprender a dormir com mais independência e ter mais qualidade de sono. Querer que seu filho durma sozinho nesta fase pode ser o mesmo do que esperar que ele ande aos 5 meses. Trabalhar o sono com a alimentação, manter uma rotina previsível e regular além de entender que seu bebê pode fazer sonecas curtas mas deve dormir bastante nesta fase, ou seja, ter expectativas reais sobre a capacidade de sono do recém-nascido pode ajudar muito. Fizemos uma série de textos aqui no blog sobre o bebê nesta idade. Você pode entender melhor sobre o choro, os despertares frequentes, e saber também o que pode atrapalhar o sono do seu bebê nesta fase.

 

Dos 4 aos 11 meses – Nesta fase já é possível pensar em uma educação de sono. A criança geralmente já tem mais de 6kg, conseguimos perceber uma regularidade nas mamadas ou refeições, acompanhamos as regressões de sono, a ansiedade de separação, enfim, é uma época excelente para firmar bons hábitos de sono e consolidar estes hábitos. Importante frisar que também é uma fase típica de piora do sono, onde os pais precisam se atentar às associações da criança, a forma como adormecem e qual é a resposta dada para os despertares da criança. Sonecas aqui devem ser pelo menos de 40 a 50 minutos, ou seja, a criança nesta fase precisa completar o ciclo de sono em cada soneca do dia, para que o sono da noite melhore. Muitas crianças que dormiam bem, pioram o sono nesta fase, geralmente por conta de associações e hábitos de sono que precisam ser corrigidos.

Dos 12 meses em diante – Mudar os hábitos de sono do seu bebê a partir de um ano é um desafio maior do que se as famílias atuarem neste sono antes desta fase. A criança passa por mudanças marcantes nesta fase, como aprender a andar, falar, ter mais independência. Muitas vezes se sentem frustradas por não conseguirem verbalizar as coisas de forma clara. Algumas passam pelo famoso terrible two (fase crítica no sono) e a maioria irá testar os limites dos pais. A criança sabe que o choro é uma ferramenta forte para convencer os pais daquilo que elas querem (e isso inclui os hábitos de sono). Para os pais que decidem ensinar seus filhos a dormir especialmente depois dos 18 meses, a dica é que eles estejam munidos de paciência e dedicação, porque certamente a criança tem uma personalidade mais forte e fará de tudo para manter os hábitos antigos.

 

A conclusão principal é que a fase correta para fazer uma educação de sono é exatamente quando a família perceber que precisam de mudanças e estão conscientes e dispostas a criarem novos hábitos.

Comments

Comments are closed.


Todos os direitos reservados à Maternity Coach. CNPJ 25.462.996/0001-88 • Por FAPNET